Abuso sexual infantil: mudanças de comportamento devem servir de alerta para os pais

O tema é indesejado, mas necessário ser abordado com muita seriedade pelos médicos e pais. As crianças que estão sofrendo algum abuso sexual apresentam uma série de sinais clínicos e de conduta. Por isso, os pais devem ficar atentos para perceber quando o filho não está agindo com normalidade. De acordo com o pediatra, associado da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul (SPRS), chefe da unidade de Adolescentes no Hospital de Clínicas de Porto Alegre e perito médico legista do IML de Porto Alegre, Ricardo Becker Feijó, é preciso analisar constantemente o comportamento de crianças, adolescentes e jovens.

– Independente da faixa etária, a criança e adolescente que estão sofrendo ou sofreram algum abuso sexual podem apresentar mudança brusca de comportamento, como demonstrar ansiedade, angústia, medo de ficar com pessoas ou medo de algumas pessoas específicas e isolamento. Além disso, podem apresentar sintomas físicos, como alteração, dores no corpo, descontrole urinário, aumento do sono e do apetite. Quando os sinais forem investigados e os médicos não encontrarem alguma patologia, é possível que seja algum problema de abuso – explica Ricardo Becker Feijó.

O pediatra salienta que, quando for observada qualquer alteração na criança, um pediatra deve ser procurado para uma avaliação. Se nenhuma enfermidade for encontrada, os pais precisam pensar na possibilidade de um problema de violência sexual que possa estar ocorrendo.

6Shares

NÃO ESQUEÇA DE DEIXAR SEU COMENTÁRIO

É muito importante pra gente saber sua opinião

MAIS DA SOL FM