Anticorpo para prevenção da bronquiolite começa a ser distribuído

Expectativa é evitar a infecção em crianças mais propensas a contrair o vírus.

Com o intuito de reduzir as consequências da bronquiolite, tanto para o bem-estar das crianças quanto para diminuir o volume de atendimentos em emergências, começou em março a distribuição do Palivizumabe, um anticorpo monoclonal que previne as formas graves das doenças causadas pelo Vírus Sincicial Respiratório (VSR). A novidade neste ano é que além do Sistema Único de Saúde (SUS), a oferta também deve ocorrer de forma gratuita nos convênios.

– A bronquiolite é uma infecção que afeta, principalmente, crianças pequenas, levando à internação e até a morte. Neste âmbito, algumas crianças apresentam maior risco de contrair a doença em comparação com as demais, como os prematuros, que passam um grande período internados e quando saem podem ser afetados, precisando retornar ao hospital. Imaginamos uma melhora nestas situações – explica o pediatra e membro do Comitê de Infectologia da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul (SPRS), Juarez Cunha.

São contempladas nesta distribuição: bebês menores de um ano de idade que nasceram prematuras com idade gestacional igual ou menor que 28 semanas e crianças menores de dois anos de idade com doença pulmonar crônica da prematuridade demonstrada e com cardiopatia congênita com repercussão hemodinâmica comprovada. Entre março e agosto, devem ser aplicadas mensalmente uma dose de Palivizumabe. O local para receber o medicamento varia conforme a região de residência.

2Shares

NÃO ESQUEÇA DE DEIXAR SEU COMENTÁRIO

É muito importante pra gente saber sua opinião

MAIS DA SOL FM