Capacitação profissional desafia segmento de construção a seco no Brasil

Mesmo com aumento do número de empresas atuando no setor, falta mão de obra capacitada para trabalhar com Light Steel Frame

O sistema construtivo foi desenvolvido há mais de 100 anos, chega ao Brasil nos anos 90, o que pode parecer muito tempo, porém em termos de capacitação profissional, ainda há muito a ser feito. Este é um dos maiores desafios para o segmento que integra a construção civil no Brasil. O Light Steel Frame, ou também conhecido como método de “Construção a Seco”, vem sendo utilizado em mais de 50 países e mostra-se a cada ano uma alternativa economicamente viável e com claras vantagens competitivas como o menor tempo de obra, a sustentabilidade e a limpeza nos canteiros com menos geração de resíduos. A realização de eventos, como o 4o Congresso Latino-Americano Steel Frame, em São Paulo (SP), tem o objetivo de suprir essa lacuna.

– Este é um desafio no setor da construção como um todo e, maior ainda, no segmento de Light Steel Frame. Percebemos a necessidade de qualificação profissional em todas os níveis, desde o engenheiro e arquiteto até o projetista e montador. Por ser uma construção diferenciada o LSF exige conhecimento – explica a diretora do 4° Congresso Latino-Americano de Steel Frame, Luana Carregari.

O setor emprega 2.798 colaboradores no Brasil que atuam com perfis para LSF e Drywall. Houve um crescimento no último ano de 3,3% no total de trabalhadores, um índice ainda considerado tímido. Entre as razões que são apontadas como entrave para um maior desenvolvido é o pouco conhecimento que o mercado tem da tecnologia e suas vantagens e de um maior comprometimento das lideranças do setor da construção.

Hoje, no Brasil, são poucas escolas técnicas e universidades que estão capacitando a mão de obra para atuar no setor. Porém, é indispensável que este cenário mude, diante do crescimento que o Light Steel Frame tem obtido no país.

O Light Steel Frame é um método construtivo industrializado que usa perfis leves de aço galvanizado em conjunto com fechamento em placas cimentícia ou drywall. Estes materiais substituem tijolos e blocos.

O evento acontece entre os dias 28 e 29 de maio, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo (SP). Outras informações e a programação completa podem ser conferidas no site congressosteelframe.com.br.

0Shares

NÃO ESQUEÇA DE DEIXAR SEU COMENTÁRIO

É muito importante pra gente saber sua opinião

MAIS DA SOL FM