Dermatologista explica porque a pele fica murcha em contato prolongado com a água

Depois de algum tempo dentro da piscina, já notamos nossos dedos das mãos e dos pés com aparência murcha. Porém, bastam alguns poucos minutos fora da água e a pele volta ao normal. De acordo com o dermatologista e membro da diretoria da Sociedade Brasileira de Dermatologia – Secção RS (SBD-RS), Fabiano Siviero Pacheco, este fenômeno é natural e acontece por absorção excessiva de água na epiderme, a camada mais externa de nossa pele.

Nos últimos anos, cientistas comprovaram que a alteração na pele ocorre justamente para que as pessoas consigam manusear objetos com mais facilidade embaixo d’água.

– O enrugamento da pele é mais evidente nas extremidades das mãos e pés e intensificado pela temperatura morna ou quente da água. Habitualmente a pele retorna a sua normalidade alguns minutos após a secagem, por evaporação da água de sua superfície – afirma o dermatologista.

Segundo o médico, existe um mito de que a pele fica murcha por falta de hidratação. Entretanto, as duas coisas não estão relacionadas. Assim, a hidratação da pele não modificaria o enrugamento temporário quando em contato com a água.

6Shares

NÃO ESQUEÇA DE DEIXAR SEU COMENTÁRIO

É muito importante pra gente saber sua opinião

MAIS DA SOL FM