Mãe de filho de Alexandre Frota vai processá-lo criminalmente após ataque

Samantha Gondim, a mãe de Mayã, vai processar o ex, Alexandre Frota, nas varas cível e criminal. De acordo com a advogada Juliana Pocaro, que cuida do caso, ela e Samantha vão entrar com os dois processos na Justiça.

Injúria, difamação e porte de drogas são apenas algumas das infrações nas quais Alexandre Frota pode ser enquadrado. No texto que publicou em seu perfil no Facebook, no qual rebate as acusações do filho, de abandono e não pagamento de pensão, ele deixa claro que fez sexo e consumiu drogas com Samantha num hotel de Brasília.

“Ela tinha 16 anos na época. Não trabalhava e nem poderia trabalhar como bartender como afirma o senhor Alexandre Frota. Não foi apenas uma relação. Os dois tiveram um envolvimento”, explica a advogada: “Tomaremos todas as medidas cabíveis na Justiça”.

Outros três processos já existem contra Frota abertos em nome de Mayã. Um deles pedindo a pensão alimentícia. Pelos cálculos da Justiça, ele já deve cerca de R$ 60 mil ao filho que teve com Samantha e um pedido de prisão já foi expedido.

Mãe e filho na Bélgica

Samantha, que é personal trainer, mora hoje na Antuérpia, Bélgica, com dois dos três filhos, Mayã e um bebê de poucos meses, fruto de um novo relacionamento. Na época do envolvimento com o ex-ator, ela era menor de idade e engravidou dele. Alexandre assumiu a paternidade, mas não quis conviver com o garoto, como ele mesmo disse em inúmeras entrevistas que deu anos depois.

A relação familiar que já era inexistente foi posta em xeque com um post de Mayã no Twitter, logo após o resultado do primeiro turno das eleições no Brasil, quando foi confirmada a vitória de Alexandre na corrida da Câmara Federal, com 155 mil votos. “Eu sou filho de um ex-ator pornô e ex-viciado em cocaína, que defende a família, mas queria me abortar. Como ele virou atual deputado federal de São Paulo eu não sei ”, escreveu Mayã.

Após as farpas trocadas entre filho e ex, Samantha também usou as redes para desabafar.

“Outrora, a opinião e o julgamento dos outros me moviam e me incomodavam muito, mas no decorrer da minha caminhada, fui aprendendo que a voz que valia a pena ser ouvida era a voz da minha consciência, pois no caminho da verdade, não da para se sentir em confusão! E a respeito da voz da consciência, aprendi que as decisões mais importantes não são julgadas no “certo ou errado”, mas no fato de sabermos se irá te trazer paz ou não!”, começa ela.

“Existem muitas, quase a maioria das pessoas que reagem aos fatos e as opniões da sociedade de uma forma que percebemos que suas consciências foram roubadas, cauterizadas, massacradas pelo conformismo, pelas dores que foram impostas a sofrerem, pelo despreparo a enfrentar a vida e principalmente por sempre estarem à mercê da opinião e do julgamento dos outros”, avalia: “E algumas poucas outras, que aprenderam a reagir transformando todo julgamento, todo ódio e toda dor em antídoto contra o veneno. E ao invés de criarem muros de proteção, criaram pontes para passar para o outro lado de lá, o lado do amor, da verdade e da justiça de Deus, que por sinal nunca jamais falhou e nunca falhará. Sem mais!”

Samantha terminou sua postagem com as hashtags #prafrentevamos e #Prabomentendedorumpingoeletra.

2Shares

NÃO ESQUEÇA DE DEIXAR SEU COMENTÁRIO

É muito importante pra gente saber sua opinião

MAIS DA SOL FM