Mineradoras comemoram nova manutenção de alíquota reduzida de ICMS

Percentual cobrado segue o mesmo até 2019, gerando economia e desenvolvimento para o setor

O Sindicato das Empresas de Mineração de Brita, Areia e Saibro do Rio Grande do Sul (Sindibritas) e a Associação Gaúcha dos Produtores de Brita, Areia e Saibro (Agabritas) comemoram a decisão e acreditam que signifique uma grande vitória para as empresas do setor no estado, deixando o aumento de 50% do valor do imposto (de 12% para 18%) para o ano de 2019. Até lá, os empresários buscam a inclusão da areia e da brita na lista essencial da cesta básica, diminuindo a alíquota para 7%.

– O decreto do Governo do Estado nos trouxe uma enorme alegria, pois estamos batalhando por esta manutenção há bastante tempo. Para ter uma ideia, se aumentasse de 12% para 18% a alíquota, estaríamos pagando 50% a mais desde novembro. Agora, estamos com o objetivo de incluir a areia e a brita na cesta básica, caindo para 7%. Nós trabalhamos com um material mineral de extrema necessidade para a construção civil do estado – salienta o presidente do Sindibritas e da Agabritas, Pedro Antônio Reginato.

Os empresários alertam que a manutenção da alíquota do ICMS também beneficia a construção civil do estado, pois evita que os preços dos minerais subam ao consumidor final.

0Shares

NÃO ESQUEÇA DE DEIXAR SEU COMENTÁRIO

É muito importante pra gente saber sua opinião

MAIS DA SOL FM