Nota de repúdio – AMRIGS

A Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS) repudia a infeliz e agressiva declaração do ministro da Saúde, Ricardo Barros na qual afirmou que médicos vão parar de “fingir” que trabalham com a implantação de equipamentos de biometria.
A afirmação demonstra que o Governo tenta, mais uma vez, jogar a população contra a classe médica, ao imputar aos médicos a responsabilidade pelo caos que vivemos na saúde pública que é fruto, sim, da má administração dos recursos públicos. A AMRIGS não é contra o controle da jornada de trabalho, mas tem a convicção de que a medida não resolverá os graves problemas enfrentados pela população, que precisa de atendimento médico. É indispensável que os governantes atentem para os verdadeiros problemas da saúde que são a falta de profissionais, de estrutura, de equipamentos e de materiais necessários para o bom exercício da medicina.
Presidente, Alfredo Floro Cantalice Neto
0Shares

NÃO ESQUEÇA DE DEIXAR SEU COMENTÁRIO

É muito importante pra gente saber sua opinião

MAIS DA SOL FM