Nova vacina para HPV amplia para 90% a proteção contra câncer da área genital

Pediatra explica quais são as mudanças da vacina, que ainda não é vendida no Brasil.

No início do ano, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou uma nova versão da vacina contra o HPV no Brasil. De acordo com o pediatra e membro do Comitê de Infectologia da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul (SPRS), Juarez Cunha, a vacina ainda não está à venda na rede privada e ainda não existe uma previsão de quando poderá ser integrada à campanha de vacinação do SUS. Porém, a novidade pode ser comemorada pelo médico, pois vai ampliar a proteção.
– A vacina atual protege meninos e meninas de quatro tipos de doenças, enquanto a nova vai possibilitar aumentar a proteção para nove doenças, principalmente causadoras de cânceres nas áreas genitais. Hoje, quem toma a vacina está protegido de 70% das doenças, enquanto a nova versão poderá ampliar para 90% de prevenção – explica.
O pediatra acredita que, na rede privada, a vacina nonavalente contra o HPV deverá ser vendida dentro de alguns meses.
Desde 2014 no calendário brasileiro, a vacina quadrivalente protege meninas entre nove e catorze anos. A partir de janeiro de 2017, foi a vez dos meninos serem vacinados contra o HPV. A imunização atingiu garotos de doze e treze anos.

4Shares

NÃO ESQUEÇA DE DEIXAR SEU COMENTÁRIO

É muito importante pra gente saber sua opinião

MAIS DA SOL FM