Odair destaca trabalho coletivo e evolução de Sarrafiore

 

No sábado, 23 de março, o Odair Hellmann, técnico do Inter, destacou o trabalho coletivo do Inter na vitória por 2 a 0 contra o Novo Hamburgo pelas quartas de final do Gauchão, ressaltando que “a cada jogo, a gente modifica as peças, mas não muda o conceito, e todo mundo consegue dar uma resposta”. “Um time pra ser campeão precisa ter mais do que 11 jogadores. Vai chegar nas fases decisivas e teremos atletas com cartão, então é importante que todos estejam bem”, disse após o confronto, explicando sua opção de alternar o time a cada partida. O comandante também elogiou a atução decisiva do jovem Martín Sarrafiore, que entrou aos 25 minutos do segundo tempo e deu uma nova cara ao time, defendendo que sua participação reafirma a força do elenco.

“Uma coisa é treinar e a outra é jogar. O Sarrafiorre está cada vez mais aproveitando suas oportunidades. É mais um jogador que vem dando boa resposta”, disse. Odair reconheceu que em alguns momentos da partida o Inter jogou abaixo do que pode. “Teve momentos em que as duas equipes não conseguiram trocar passes e fazer articulação, mas no primeiro tempo tivemos bom domínio e posse. Em alguns momentos acabamos baixando um pouquinho a intensidade e caindo numa rotina. Por isso as modificações, para ganhar volume e triangulações”, avaliou.

Ele revelou que teve uma conversa séria com a equipe. “Uma coisa é ter pressa e a outra é ter velocidade ao criarmos as alternativas de infiltração. Assim foram os gols, foi nesse sentido que chamei a atenção. Foi muito mais tecnicamente e taticamente do que qualquer outra coisa”. Mais cedo, o goleiro Marcelo Lomba elogiou o treinador, dizendo que “o Papito mexeu na nossa estrutura no vestiário”. Projetando o jogo de volta, o técnico afirmou que nada está ganho e que “segunda vamos avaliar todos os jogadores, e os melhores entrarão em campo contra o Novo Hamburgo”.

Antes do jogo, o Inter informou que D’Alessandro e Pottker estavam lesionados. Eles devem ficar de fora por uma ou duas semanas, respectivamente. “Não temos como administrar. Temos somente que aceitar, porque é algo que está fora do nosso controle. Esperamos que voltem a jogar o quanto antes, por isso que eu falo da importância do grupo. Por isso todos os jogadores têm que estar bem, para que a gente utilize os 11 melhores em campo”.

0Shares

NÃO ESQUEÇA DE DEIXAR SEU COMENTÁRIO

É muito importante pra gente saber sua opinião

MAIS DA SOL FM