Outono exige maior cuidado com seu cão

Nesta época do ano os cães ficam suscetíveis a resfriados e gripes com as mudanças de temperatura.

A chegada do outono, estação que antecede o inverno, deixa em estado de alerta os donos de animais domésticos, principalmente àqueles que criam cães, por causa das mudanças comportamentais de seus “bichos”, que nessa época do ano reagem de maneiras adversas às mudanças repentina de temperatura e ficam suscetíveis a problemas de saúde, como resfriados e gripes. Nariz com coriza, tosse “rouca” e aguda, além de espirros freqüentes podem ser sinais de algumas doenças respiratórias, comuns nesses meses. Para controlar estes sintomas, é importante ter cuidados especiais com os animais.

Os médicos veterinários alertam para a doença conhecida como traqueobronquite infecciosa canina, popularmente conhecida como “gripe canina”, que afeta o sistema respiratório dos cachorros, filhotes ou adultos e resulta na inflamação de toda a via nasal deles. O principal sintoma é a tosse seca, que piora com os exercícios físicos, agitação ou mesmo pela pressão da coleira. Outros sintomas como secreção nasal, falta de apetite e febre podem ser indícios de quadros mais graves dessa doença. Os especialistas recomendam a vacinação imediata em caso desses problemas.

Alguns cuidados devem ser tomados para que o quadro clínico dos animais não piore. O principal deles é evitar a tosa dos pêlos dos animais durante a estação. Os cães de pelagem curta devem usar roupa. Outra importante atitude é diminuir a freqüência dos banhos e utilizar água morna. Ao término dos banhos, deve-se evitar que o cão pegue friagem.

5 informações importante para seu bichinho sobreviver ao outono:

  1. Você sabia que a maioria das doenças que acomete os animais nessa época tem origem respiratória? Elas são causadas por vírus ou bactérias e apresentam sintomas semelhantes ao de qualquer resfriado, ou seja, tosse, febre, espirros, coriza e falta de apetite. Mantenha-os longe dos ventos gelados.
  2. Você sabia que os problemas oftalmológicos também aumentam nessa época? O tempo seco reduz a quantidade de lágrimas nos olhos, deixando-os mais vulneráveis à poluição, aos vírus e às bactérias. Mantenha a higiene da região dos olhos sempre em dia.
  3. Você sabia que a infestação de carrapatos nos cães é outra situação típica do outono? Isso acontece porque as pastagens ficam mais secas, favorecendo consideravelmente a multiplicação da população deles. Portanto, mantenha seu totó o mais afastado dos campos, pelo menos nesse período.
  4. Você sabia que a umidade e o frio também podem provocar sintomas de doenças crônicas articulares? Eles costumam aparecer tanto em cães como nos gatos e são chamados de osteoartrose. Problemas na coluna são outra preocupação para os donos, sinalizados pela manifestação do próprio animal, precisam da atenção de um veterinário.
  5. Você sabia que, principalmente nesta época, é fundamental que os gatos estejam com a vacinação em dia? Isso vale, inclusive, para aqueles que nunca saem de casa. Nesta época há um aumento dos casos de gripe nos bichanos, em especial dos mais novos e idosos, cujo sistema imunológico é mais fragilizado.

Como você pode perceber, estamos vivendo uma estação que exige mais atenção no quesito saúde e os cuidados valem para nós, os humanos, e para os nossos animais de estimação.

A boa receita começa com alimentação saudável, hidratação frequente, higiene com o local em que eles costumam ficar, proteção contra o frio, os ventos e as chuvas e, claro, muita demonstração de afeto da nossa parte. A saúde deles, com certeza, vai agradecer.

0Shares

NÃO ESQUEÇA DE DEIXAR SEU COMENTÁRIO

É muito importante pra gente saber sua opinião

MAIS DA SOL FM