Prefeitura apresenta em Audiência Pública a previsão orçamentária para 2019

A prefeitura de Santo Antônio da Patrulha promoveu na noite de quinta-feira (13/09), a audiência pública para apresentar à comunidade a previsão orçamentária para o próximo exercício. Conforme explicou o secretário Geral de Governo, Planejamento e Gestão, Ferúlio José Tedesco trata-se de um momento importante em que os gestores apresentam a previsão de aplicação em cada área do Executivo e, que estão à disposição para esclarecer dúvidas e ouvir a população sobre tudo o que foi explanado.

A secretária da Administração e Finanças, Cléia Airoldi destacou a importância na redução do gasto por parte de todas as pastas, em função da crise financeira. “Começamos a ter dificuldades, fechando o exercício com insuficiência financeira em 2015. Em 2016, fecharíamos o ano com um déficit de mais de R$ 8 milhões, mas por sorte, em função de um recurso recebido em dezembro, relacionado à repatriação conseguimos fechar o ano com saldo positivo. Mas, a previsão de receita não tem se confirmado por conta da crise, da queda da arrecadação de ICMS, que se atenuou com o movimento dos caminhoneiros, a diminuição de valores repassados pelo governo federal e atraso de repasses do Estado para Saúde, desde 2014, enfim, a despesa cresce e a receita não”.

De acordo com a secretária, a previsão orçamentária para 2019 é de R$ 170.631.941,00. Ela apresentou os valores para cada pasta, ficando os maiores investimentos voltados para a Educação (R$ 38.444.696,00), Saúde (R$ 28.950.766,00) e Administração e Finanças (R$ 27.769.193,00). Nessa última estão incluídos encargos da folha de pagamento e alguns passivos. Em quarto lugar, a maior destinação de recurso está prevista para o FAPS – Fundo de Aposentadoria dos Servidores (R$ 26.705.000,00), cumprindo a legislação existente. Para a secretaria de Obras, Trânsito e Segurança a estimativa é de R$ 15.028.173,36 de investimentos.

O prefeito Daiçon Maciel da Silva desabafou: “A situação não é fácil. Precisamos da colaboração de todos para economizar e estamos tomando medidas fortes. Já demitimos CCs, estamos intensificando a fiscalização para fazer cobranças devidas ao Município, e continuaremos buscando recursos externos para fazer os investimentos necessários”.

4Shares

NÃO ESQUEÇA DE DEIXAR SEU COMENTÁRIO

É muito importante pra gente saber sua opinião

MAIS DA SOL FM