Unha encravada: um incômodo que pode ser evitado

 

Ela é uma pequena parte do corpo, mas quando resolve incomodar causa um imenso mal estar. Cortar as unhas com frequência, mas sem exageros é uma dica valiosa dos dermatologistas para impedir esse transtorno.
– As unhas devem ser cortadas sempre retas e sem a remoção das laterais (“cantinhos”) , ficando assim com o formato quadrado. Esta prática diminui a chance do tão incômodo encravamento. O ideal é mantê-las curtas, mas o corte em excesso pode lesionar a pele abaixo da unha e ocasionar dor e inflamação – explica a especialista em Dermatologia pela SBD-RS, Carolina Meotti.
Outra recomendação é escolher o horário logo após o banho. Como as unhas ficam um pouco mais maleáveis, devido ação da água, será mais fácil cortá-las.
No caso de crianças, é preciso também um cuidado diferenciado já que o ato de cortar é tarefa geralmente dos pais ou algum responsável. Além da delicadeza, é recomendado deixar uma pequena porção da parte esbranquiçada da unha.
Quando as unhas encravarem ou apresentarem qualquer sintoma que possa representar uma infecção ou inchaço, é recomendado procurar um médico dermatologista para iniciar um tratamento adequado.

 

0Shares

NÃO ESQUEÇA DE DEIXAR SEU COMENTÁRIO

É muito importante pra gente saber sua opinião

MAIS DA SOL FM