Secretaria da Saúde reforça necessidade de fiscalização dos protocolos de Distanciamento Controlado nos municípios

Reduzir os índices dos indicadores da pandemia no Estado, por meio da fiscalização efetiva dos protocolos do Distanciamento Controlado, foi a finalidade de reunião on-line da equipe diretiva da Secretaria da Saúde (SES) e da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), nesta terça-feira (20/4).

“Estamos conseguindo diminuir as taxas de ocupação de leitos, tanto clínicos como de UTI graças às restrições impostas pela bandeira preta, a suspensão da cogestão dos municípios e aos primeiros momentos da campanha de vacinação. Porém, a descida ainda está muito lenta e qualquer piora já representa um perigo de colapso do sistema de saúde”, disse a secretária da Saúde, Arita Bergmann.

O diretor do Departamento de Auditoria do Sistema Único de Saúde (SUS), Bruno Naundorf, ressaltou aos prefeitos participantes da videoconferência a importância de os municípios aplicarem os planos de fiscalização dos protocolos, para que o Estado não volte ao patamar que registrou em março.

“Ainda estamos em bandeira preta. Nossos índices seguem muito acima dos piores momentos que vivemos em dezembro, precisamos continuar fazendo um esforço conjunto para ultrapassar esse período e reduzir consistentemente a curva da pandemia”, acrescentou Bruno Naundorf.

“Nossas esperanças de vencermos a pandemia está em três eixos: Distanciamento Controlado, fiscalização e vacina”, concluiu a secretária Arita. O secretário de Articulação e Apoio aos Municípios, Luiz Carlos Busato, afirmou que “a gestão do governo do Estado frente a pandemia é exemplo para o restante do país e mostra que estamos no caminho certo e com cautela”.


Texto: Ascom SES
Edição: Secom

0Shares

NÃO ESQUEÇA DE DEIXAR SEU COMENTÁRIO

É muito importante pra gente saber sua opinião

MAIS DA SOL FM